segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Minha avó não sabia ler e nem escrever. Mas sabia eternizar.



Minha avó não sabia ler e nem escrever. Mas sabia eternizar.
E assim ela foi eternizando em mim, os verbos que não leu e nem escreveu, apenas escutou....
Eu na minha infância, apenas enxergava seus movimentos. Ela pegava um livro, olhava para ele e começa a contar historias. Não lia, apenas contava. Oras, ela não sabia ler, mas eu, eu sabia escutar....

4 comentários:

Ana SSK disse...

Puxa, que lindeza!!

Alice disse...

Uma lindeza mesmo!

Gaby Soncini disse...

Vou repetir: uma lindeza!

Saber eternizar *__*

Anônimo disse...

Hoje eu também lembrei da minha avó e deu saudade demais. Sempre que o tempo fica cinza lembro do bolinho-de-chuva e do chá do crochê das roupinhas de boneca do frio nas canelas e de quanto eu amava aquilo daquele jeito. Ela ria das minhas perguntas, mas respondia algumas.