quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Voo

              (Foto: Ligia Fernandes)

"Por vezes, um voo ao infinito parece ser tão grande, mas cabe entre os nossos dedos"  

4 comentários:

angela disse...

Não é a distancia é a intensidade que define o voo ao infinito, quem sabe.
beijos

Rita Contreiras disse...

O aparentemente pequeno e simples guarda em si a infinitude do grande e complexo.Abraço.

Profª Cristiana Passinato disse...

se pudéssemos aprisionar por segundos entre nossos dedos quem vôa pra longe e se esquece de nos presentear com a presença ou mesmo nos leva junto para não deixar de estar do lado... ou mesmo volta a pousar dentre os dedos que confortam e alegram quando mais precisam... ah que bom seria...
Bjs, querido

Gaby Soncini disse...

As pequenas coisas sempre são tão milagres *.*

Grande Beijo!